SAIBA MAIS

Página Inicial / Saiba Mais

Como fazer transferência de propriedade de veículo

O mercado de compra e venda de veículos está aquecido, principalmente de carros usados. Ao fechar negócio, você precisa correr atrás de regularizar a situação legal do automóvel e fazer a transferência de propriedade de veículo. Muita gente se desespera só de pensar na burocracia do processo e em todos os gastos, por isso buscam contratar despachantes para encaminhar os passos. Mas, saiba que se buscar as informações certas e tiver paciência, pode fazer a transferência do carro sozinho e ainda economizar dinheiro.

O primeiro passo depois que tem a compra fechada, é saber quais os documentos irá precisar. Veja a lista:

  • • CRV -  Certificado de Registro do Veículo precisa estar preenchido e com firma reconhecida pelo antigo proprietário, além de uma cópia simples;
  • • Cópia e original de CPF, RG ou CNH;
  • • Cópia e original do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV);
  • • Cópia e original de comprovante de endereço;
  • • 2 cópias do formulário do Renavam que você pode imprimir no site do Detran. Caso, a transferência aconteça em São Paulo, clique aqui e veja o formulário;
  • • Comprovante de pagamento da taxa para emissão de novo CRV;
  • • Comprovante de pagamento de IPVA, licenciamento e multas pendentes (se houver);
  • • 2 decalques de numeração de chassi colados atrás do formulário do Renavam;
  • • Comprovante de que o veículo não possua nenhum débito legal.

Além de reunir todos estes documentos, é obrigatório fazer uma vistoria do carro em uma ECV (Empresa Credenciada de Vistoria) que irá analisar itens que atestem a originalidade do veículo. Como resultado desta avaliação, será emitido um laudo de vistoria que precisa ser apresentado no Detran para a expedição de um novo documento.

O que fazer depois de reunir os documentos para transferência do carro?

Com toda a documentação em mãos, vá até um banco conveniado ao Detran e pague a taxa de transferência. No Banco do brasil, esta operação pode ser ser feita até mesmo nos caixas eletrônicos. Com esta conta quitada, é só levar a papelada ao Detran e, estando tudo em ordem, é só aguardar seu novo documento.

Este processo serve para casos de compra de carro no mesmo município em que não existe a necessidade de fazer um novo emplacamento.